AGUARDE UM MOMENTO.
APROVEITE PARA RESPIRAR...

COMO ESCOLHER UMA ESCOLA DE BALLET

Texto: Rita Romano
Data: 02 de novembro de 2016

A escolha da escola de dança onde você irá ingressar influi muito no ensino que você irá receber, bem como pode garantir ou comprometer seu crescimento e desenvolvimento na dança.

Assim, fazer essa escolha com cautela é muito importante para você ou para os filhos pequenos. Observe se a escola possui os aspectos, que são de extrema importância:

Escola em Si

Antes de ingressar na escola, faça uma lista de todas as que lhe interessem. Por eliminatória, analise o conteúdo das escolas, o método de ensino, e a procedência dos profissionais que lhe darão aulas. Procure no Youtube vídeos dos trabalhos da escola para ver se você se identifica, e caso não encontre referências, procure um site ou facebook oficial da escola e analise fotos, vídeos, histórico de apresentações. Não procure apenas por escolas de nome, pois essas escolas podem ter nome por serem grandes ou bonitas, mas às vezes o ensino e o histórico profissional pode ser ruim. Assim, analise sempre os dois lados da moeda quando for analisar a escola em si.

Estrutura

Escolas às vezes são muito pequenas, possuem salas limitadas e, em algumas vezes, apenas uma sala. Isso não é de fato um problema, desde que a sala possua espaço suficiente para comportar o tanto de alunos que a turma possui e seja o suficiente para ensaiar as mais variadas coreografias, como uma variação ou um repertório, por exemplo. Além disso, se o dono da escola tiver planos de ampliar a escola assim que possível, será melhor ainda. É importante também que o resto da estrutura da sala seja de acordo com o necessário.

Piso

Muitos(as) bailarinos(as) se lesionam por conta de escolas com piso de madeira muito liso e escorregadio onde não oferecem breu para que passem em suas sapatilhas. Então tome cuidado com isso. Boas escolas geralmente apostam em pisos recobertos com linóleo, um material aderente à sapatilha do(a) bailarino(a), que lhe dá mobilidade para, por exemplo, virar uma pirueta, mas não lhe permite escorregar mais do que o necessário. Caso a escola opte por tablados de madeira ou chão liso de qualquer outra forma, informe-se sobre quais medidas são tomadas para que você não escorregue ou caia durante a aula. Geralmente as sapatilhas de meia ponta não escorregam tanto, mas as pontas são um perigo em chão liso, então sempre preste atenção a este ponto.

Bailarina se alongando

Ventilação

O ballet é um exercício físico por vezes muito pesado, então, talvez mesmo com tempo frio, sentimos calor durante as aulas e até suamos. Então observe bem a questão da ventilação na sala. Pergunte-se: Essa sala será muito quente? Tem janelas o suficiente para manter o lugar arejado? As janelas são grandes? Tem ventiladores com a função de ventilar a sala por inteiro, em vez de ventilar apenas uma área? Os ventiladores possuem regulagem na quantidade de vento que vai expelir? (afinal, em dias frios você talvez não sinta tanto calor, e o vento muito forte pode lhe deixar doente). Analise as respostas com calma.

Iluminação

A sala deve ser bem iluminada para dias onde as janelas precisem ser fechadas ou para aulas que ocorrem à noite. Procure perceber se todas as lâmpadas do local funcionam e se são suficiente para que você não precise forçar os olhos em nenhum momento.

Vestiário

Algumas escolas não possuem vestiários para que os alunos se troquem. Isso não é de fato um problema desde que o banheiro da escola tenha estrutura e espaço para que o(a) bailarino(a) se troque. Peça para ver os vestiários da escola e, caso não existam, peça para usar o banheiro a fim de avaliar a estrutura dele. Assim você já vai também conhecer como é a higiene da escola e como ela é mantida em questões de limpeza.

Armários

A escola de preferência deve possuir armários para que você deixe seus pertences enquanto faz a aula. À menos que você tenha uns quatro anos, é claro que não irá para o ballet já com a roupa pela rua, então é necessário um lugar onde possa deixar suas roupas, sapatos e bolsa. Quando a escola não possuir armário, esse de fato não é um problema, desde que haja um lugar seguro onde você possa colocar suas coisas, mesmo que seja dentro da sala.

Barras

As barras devem ser o suficientemente longas para comportar todos os alunos com espaço suficiente para fazer os passos mais extensos como Grand Battement, Cloches, ou passos que exijam deslocamento para frente ou para trás. Caso a escola possua poucas barras, informe-se sobre a pretensão de comprar barras extras mais pra frente, ou caso isso não vá ocorrer, informe-se sobre como o(a) professor(a) lida com este espaço, se ele(a) divide a turma em dois grupos ou se todos permanecem na barra o tempo inteiro mesmo que os alunos se trombem durante os exercícios. Se for a segunda opção, não aceite! Uma barra apertada com alunos se trombando é um perigo. O ideal é que nestes casos o(a) professor(a) faça as divisões em dois grupos mesmo, ou formule exercícios à um quarto na barra.

Profissionais

Verifique a procedência dos professores, o nível técnico deles, bem como se estão de fato qualificados didaticamente para dar aulas. Um professor com nível abaixo do que ele pretende ensinar acabará passando técnicas erradas aos alunos.

Idade

Informe-se sobre a divisão de turmas que a escola contém de acordo com a idade aproximada dos(as) alunos(as). Pois pense no seguinte, já imaginou uma criança de 3 anos tentando acompanhar o desempenho de uma criança de 12? Com certeza não conseguiria. Por isso procure turmas de acordo com a idade da sua criança, ou sua, caso procure um ballet adulto.

Conteúdo

Tenha certeza de que o conteúdo das aulas é mesmo relacionado ao ballet, e procure pegar um plano de aulas com o(a) professor(a) para saber o que será ensinado. Isso é importante para ter certeza de que a escola não tenha o objetivo de ficar sempre parada nos mesmos pontos, e que o objetivo é o crescimento do(a) aluno(a).

Níveis

Procure saber o que será ensinado durante as aulas, por exemplo, se uma criança é nova no ballet, deve-se haver certeza de que ela aprenderá o básico dos básicos antes de começar a fazer coisas mais complexas. E da mesma forma, para uma criança que já está mais adiantada, tenha certeza de que ela não ficará estacionada no básico e sim vai entrar numa turma onde aprenda o intermediário. O mesmo ocorre com o caso do ballet adulto.

Bom, em resumo, além de todos estes aspectos, o mais importante é que se sinta bem na escola, que te tratem bem e que de preferência você possa fazer uma aula teste antes de ingressar de vez na escola, seja de Ballet, Street, Jazz, Contemporâneo, etc.

Espero que com estas dicas possam fazer sua escolha com sabedoria.

A Bailacci Academia de Danças possui professores altamente qualificados e instruídos para dar toda atenção e carinho para os dançarinos. Nossa estrutura é adequada para lhe oferecer o melhor ensino de dança. Conheça a escola, analise, procure referências, e não se preocupe: garantimos a devolução integral da mensalidade em caso de insatisfação após o primeiro mês de aula. Fazemos isso porque temos certeza de que podemos oferecer o melhor. Clique aqui caso queira fazer um orçamento.

Texto: Rita Romano (adaptado do blog Plumas de Metal)
Fonte: Blog Plumas de Metal

Aulas de dança para todas as idades e níveis? Clique abaixo e escolha a melhor turma pra você!
TABELA DE PREÇOS